segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Sala de Estar - Quase Quase

Esta grande sala vai ser a nossa sala de TV e aconchego, porque tem uma lareira maravilhosa (adoro lareira). Como é tão grande, é aqui que se faz a festa.
Ainda não tenho fotografias da sala concluida e equipada, mas dá para ficar aqui o gostinho do que era e o que está.

(Antes 1)
Aqui havia um balcão, de bar/café. Esta divisão foi em tempos "O Democrata". Uma janela e mais à esquerda uma porta, que virou uma falsa janela, porque tivemos de manter a fachada, veja aqui.

(Antes 2)

As escadas. Ainda à espera de um restauro, mas que eu acho lindas!!
 Verifique o pormenor das pinturas nas paredes.

(Antes 3)
O teto do RC e o chão do 1º Andar!! É o meu 1º andar é suportado por essas vigas de madeira que estão maravilhosas e vão durar pelo menos mais 70 anos.

Tivemos que arrancar o forro de madeira (antigos tetos falsos - que hoje são de gesso cartonado) para verificar se as vigas estavam boas ou precisavam de ser substituidas.

(Durante 1)
Quem diria!!! Ficou muito, mas muito melhor.

(Durante 2)

(Durante 2)



(Durante 2)
A nossa lareira... É lareira e recuperador de calor, tem uma grelha que faz o aquecimento de águas e faz diztribuição de calor para a cozinha, para a escada (o objectivo é aquecer o 1º andar) e para a própria sala. Compramos o modelo Focus da Solzaima. O meu irmão trabalha lá, e sabe que é um bom material, de qualidade. Se quiser ver outros modelos clique aqui.

O tubo começa na sala e sai aqui. Já mostrei como tapamos esta belezura aqui. A grossura da parede é que é de meter medo. 1m. Antigamente (1942) não se faziam por menos.


Agora tenho de tirar as restantes fotos e depois mostro como ficou.

Abraço.


segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Restauro da cozinha concluido

Vim aqui mostrar o resultado final da minha cozinha.

Quem já acompanhava as obras da minha casinha no meu outro blog Milho de Pipoca (que agora é livro de receitas) pode continuar a seguir aqui.

Mas para ver a evolução pode visitar os posts anteriores que estão aqui (neste tem a foto da minha garagem), aqui e ainda aqui.

Fui eu que fiz o desenho da cozinha, que pode ser visto neste post.

Vamos ver a evolução?!


 As próximas fotografias estão assinadas com milhodepipoca porque na altura que comecei a publicar a evolução das obras, ainda não tinha este blog. Depois resolvi separar, cozinha de uma lado, garagem do outro.




Este armário não estava previsto inicialmente, mas foi necessário para tapar a chaminé da lareira. Aproveitamos para criar uma saída de calor para a cozinha (na porta do meio).

Abraço

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Polinização de flores de orquideas

Tenho paixão por tudo o que é trabalhar com as mãos, mexer com a terra, lixar madeira, envernizar móveis, martelar o dedo... kkk
Afinal cresci nesse meio. Meu pai era madeireiro, teve sua serraria (ou serração) em Friburgo. Antes disso trabalhou para o meu tio, que tinha uma serraria em Caxias (atualmente funciona lá uma loja de móveis, Karina).
Depois disso fez sua serraria fundo de quintal. Eu e meu irmão mais velho ajudávamos a fazer caixotes de feira, contávamos pauzinhos - aqueles das campanhas políticas - e os meus pais amarravam os molhos (de 100 em 100).

 Fiz bolo de serragem (serrim) e montava castelos com as aparas das madeiras.. lindo não é?!
Copiei de http://www.flickr.com/photos/jehhhhhhh/3589743467/


Mas era para falar de orquídeas, certo?!

Orquídea é uma das minhas paixões!!! Todas as plantas, mas esta em especial... e é preciso cuidar, mexer com a terra, polinizar.

Na minha busca infindável sobre como "reproduzir" orquídeas, encontrei o Blog do Marcus. E ele explica muito bem como fazer a polinização. Espreita lá.

Polinizei (artificialmente) a minha orquídea no dia 28.09.2011.
Ainda não existe muita evolução, a orquídea é uma flor que tem o seu tempo, e ele é muito calmo. Suas flores demoram a surgir, a crescer, e por fim abrir, mas também demoram a morrer. Será isto uma lição?!

phalaenopsis branca - aqui ainda não sabia a cor da flor, comprei sem flor

Copiei esta foto por aí, mas é igual à minha

Consegui um bom resultado porque a minha está gravidíssima!!!

Daqui a algum (muito) tempo, mostrarei o restante processo de cultivo. Mas para já esta etapa esta a correr muito bem.
Se continuar assim, quem sabe, em breve (num tempo de orquídea)  terei o meu orquidário.

Abraço!

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

Restauro de baú

Este baú de pele, foi uma recordação que ficou para mim dos meus bisavôs.
É uma peça de decoração muito bonita, além disso tem uma "história de vida" para contar.


E na minha primeira tentativa de o restaurar não fui muito bem-sucedida.

O que é que fiz?
Limpei tudo muito limpinho.
Retirei o forro interior (que era de papel) e substitui por papel autocolante com azeitonas (feinho, mas que estava com preço de amigo).
A parte exterior como é de couro, resolvi engraxar...
Comprei umas latas de graxa com esponja , arregacei as mangas e engraxei o baú todo. Gastei umas três latas... Ficou uma maravilha!!

Mas isso foi a uns anos atrás, agora a graxa está seca e começou a descascar, está bem feio e ainda suja tudo.
Fica aqui mais um projeto à espera de data para execução, mas desta vez quero fazer o trabalho bem feito.

O que você sugere?!

Abraço

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Almofada arco-írís pronta

E finalmente a almofada ficou pronta!!

Fiz um post sobre o projeto para a almofada do meu príncipe aqui, passe lá pra ver. E hoje vim mostrar o trabalho pronto.

Materiais

*Feltro nas cores: branco, amarelo, laranja, camel, castanho (3 tons), verde (2 tons)
*Tiras de 40cm de viés nas cores: amarelo, vermelho, laranja, azul índigo, azul ciano, roxo, verde
*50cm de sarja (Tecido para almofada) - sobrou uma tira
*Enchimento (para sol, árvore, nuvens, leão.
* 2 Botões ou 1 fecho
*linha de bordar (ponto cruz) nas cores do feltro
*lápis ou giz, agulha, tesoura e alfinetes

Nota: Poderá utilizar uma fronha que já tenha em vez da sarja e trocar o viés por outro material

1º Passo
Escolher as imagens que irá utilizar e reproduzi-las de forma aos tamanhos estarem proporcionais. Poderá montar o esquema em papel antes de passar para os recortes no tecido .

2º Passo
Riscar com lápis as formas no tecido (eu utilizei felto). O risco a lápis ou giz é mais fácil para remover do que caneta. Recortar.
Como eu não tinha bancada (fiz na hora de almoço no carro) fui recortando e retificando o recorte. Por isso (para já) não tenho os moldes para partilhar.


Montar o esquema no tecido e fixar com alfinetes.




Iniciar a costura.
Para este trabalho tive ajuda. Tudo que foi feito com máquina de costura não fui eu que fiz. Uma grande amiga ajudou. Também me ajudou a costurar as nuvens, acabar o sol e a árvore, por isso nota-se alguma diferença nas cores das linhas. O leão foi feito só por mim.







O meu Príncipe foi todo vaidoso com a almofada nova pra a escolinha, e eu fiquei toda orgulhosa do meu trabalho e da minha amiga. A ela um muito obrigada!!

Quer ver como ficou?!



Gostou?! Deixe o seu comentário.

Abraço

Este Post participa na Galeria de Criações compartilhadas do Criações em Familia & Cia e no Mosaic Show da Rejane

terça-feira, 13 de setembro de 2011

Almofada arco-íris

Ano novo, almofada nova!!
Começou a "escolinha" do meu príncipe e como a almofadinha que fiz no ano anterior ficou destruída (depois eu mostro), este ano vou fazer uma nova e mais resistente.

O tema da sala este ano é Arco-íris, assim foi esse o ponto de partida.



Recolhi algumas imagens para o fazer o estudo do projeto da almofada arco-íris e também para ter uma linha de orientação para fazer o bordado/recorte.

Como o Príncipe adora animais, estes não poderiam faltar, sem eles seria um trabalho incompleto.
Pensei em aplicar um cão ou gato porque temos um (de cada) em casa, mas não encontrei desenhos que me inspirassem. Assim surgiu a ideia do gatinho selvagem!! Miau



Continuando a busca, encontrei o blog da Maria Melado, lá poderá ver muitas almofadas lindas, lindas, fofas e originais.
imagem do blog Maria Melado

Os materiais

Comecei pelo tecido para a almofada. Como não entendo nada de nada de tecidos,  fui a minha loja de tecidos preferida me aconselhar que tecido deveria comprar (vou lá com a ideia e volto com o tecido ideal). Comprei 0,5 metro de Sarja (quente e durável). Aqui poderá consultar as características do tecido.

Utilizei feltro para fazer o Leão, as nuvens, o sol e a árvore. Só comprei as cores para o Leão, porque as restantes sobraram da guirlanda que mostrei aqui.

Para o arco-íris, pensei em vários materiais., fita de cetim, feltro, viés. A minha escolha foi o viés, é uma opção mais em conta e o tipo de tecido ajuda a aplicação. Caso tenha tiras de tecido, poderá fazer o seu próprio viés, veja aqui no "Extra Explica" o PAP completo.



As imagens foram retiradas da net, não são da minha autoria. Se for sua avise que terei todo o gosto em atribuir-lhe o crédito.

Agora vou costurar tudo e depois vos mostro como ficou.

Abraço

terça-feira, 30 de agosto de 2011

A minha Eira

Na revista Ideias, da Casa Cláudia, deste trimestre está lá uma ambiente que me pôs a trabalhar este fim de semana.

Este é um projecto demorado, mas entusiasmante, até o marido ajudou. E a vontade de que fique pronto depressa, faz com que tudo aconteça mais rápido.

Fica aqui a imagem da revista que me fez encher os olhos.
A qualidade da imagem é duvidosa, retirei da net, mas já comprei a revista e em breve digitalizo e partilho aqui.
Ficou inspirada?!
Transforme um local exterior de sua casa, envie um e-mail que eu partilho aqui no blog.

Abraço
Renata

quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Muitas fotografias

No blog Oficina de acervos encontrei entre muitas excelentes ideias, duas que posso por em prática na minha garagem.
Tenho uma moldura muito velhinha reservada, e ainda não sabia muito bem o que fazer com ela, até ver este exemplo aqui:
copiada do blog oficina de acervos
Além da moldura acima, ainda há a reutilização de janelas, e eu tenho disso aos montes lá por casa. As madeiras retiradas da casa ( a que está a ser restaurada, poderá ver aqui, aqui, aqui e ainda aqui) estão todas lá à espera de um novo uso... Eu costumo dizer que vai virar água quente, mas estas vão ter uma utilização diferente.
copiado do blog oficina de acervos
As minhas são estas aqui


Abraço

terça-feira, 23 de agosto de 2011

Placas para porta de quarto



Todos já conhecemos estas plaquinhas para a porta do quarto dos meninos e meninas. Ficam muito engraçadas e as crianças ainda vão conhecendo as letras que compoem o seu nome.

Estas fiz aproveitando pequenas peças de madeira que vieram numa embalagem de electrodoméstico que comprei.
Poderá ser feito também com cartão, mas neste caso a rigidez da peça fica comprometida.

As letras e simbolos são em fimo.
Primeiro experimentei colar com fita-cola dupla face, mas pasado pouco tempo as letras caiam. Comecei então a utilizar cola quente, e funcionou muito bem.








As fotos não foram todas tiradas na mesma altura, por isso a qualidade difere de umas placas para as outras. A última foto a 1ª e foi tirada com o telemóvel.

Leia este post da Rejane e melhore a qualidade das suas fotos. Eu estou tentando melhorar as minhas.

Abraço

Este post participa no Mosaic Show e na Galeria de Criações Compartilhadas

segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Puff de Pneu

O Primeiro trabalho da minha garagem.. o meu puff ficou pronto. Já tinha feito referência à vontade de executar esta ideia das arquitetas Thalita Fonseca e Adriana Teixeira no milho de pipoca (que agora é livro de receita). O post completo aqui.

De confecção muito simples e rápida, e com um resultado marvilhoso.

Material necessário:
  • 1 Pneu velho
  • 1,5m x1,40m de licra (estampada ou lisa)
  • Tesoura
Para este puff cortei tiras de 25cm (6tiras) x1,40m. A largura da tira, cria efeitos diferentes. Se utilizar tiras mais longas (2m a 4m) o trabalho torna-se mais fácil de executar e não são feitas tantas emendas.

Assista aqui o vídeo com a reportagem completa e o PAP do puff.

O meu ficou assim...

Duas tiras aplicadas



A testar a resistência

Muito confortável..

Gostou? Deixe o seu comentário

Em breve mais... puffs e mais ideias
Abraço

terça-feira, 2 de agosto de 2011

A minha Garagem

Ter um blog é um vício, queremos ter sempre um novo post para publicar, receber comentários, ter muitos seguidores e ter muitas visitas, e o mais importante conhecer novas pessoas, fazer novas amizades.


 
Eu, como adorei a ideia de ter um blog... vou gostar ainda mais de ter dois: ideias na garagem e milho de pipoca

Para quê ter dois blogs?
É só para separar os espaços.
 
Os projetos que vou partilhar aqui, são executados na minha garagem, no meu ateliê (chique heim!), e o Milho de Pipoca passa a livro de receitas...

Em breve os projetos, as inspirações...

Me aguarde

Abraço

Recebas as novidades no seu e-mail